Novidades

Laísa Trojaike, do site cinema10.com.br, escreveu sobre Super Nada

Confira um trecho do texto de Laísa Trojaike, do site cinema10.com.br, sobre Super Nada.

Reclama-se, muito comumente, que o nosso cinema nacional não possui identidade. Por vezes é tragado pelo hollywoodianismo, por vezes, quando tenta se livrar dessa linguagem, acaba por copiar os moldes de outros diretores, sejam eles autorais ou não. Quem é incapaz de fazer o seu próprio cinema, aqui no Brasil, geralmente esquece que nossa realidade gera a nossa identidade.

Rubens Rewald, que escreveu Super Nada e dirige o filme ao lado de Rossana Foglia, não esqueceu desse detalhe essencial. Super Nada não tem moldes, pois é cinema genuíno. Ainda que herde da história do cinema a sua linguagem básica, uma obra de verdadeiro ineditismo surge com essa produção.

(Laísa Trojaike)

Para ler o texto completo, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Tags HTML estão proibidas.