Novidades

Heitor Augusto, crítico da Revista Interlúdio, analisa Super Nada

O crítico Heitor Augusto, da Revista Interlúdio, escreveu sobre Super Nada. Veja um trecho do texto dele:

Seria Guto um ator top de linha? Não há certeza. Marat Descartes, que dá corpo e vida ao personagem, é sim um grande ator, mas Guto está cercado, em Super Nada, por uma nuvem de ambiguidades que embaralha os porquês da sua vida ainda mambembe. (…) Guto é, além de retrato de quem vive as agruras do circuito off teatral, um arejamento para outros níveis de identificação. Guto poderia ser eu ou você.

(Heitor Augusto)

Para ler o texto completo, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Tags HTML estão proibidas.