Novidades

EXISTE AMOR EM SP

Na Revista de Cinema, texto de Heitor Augusto sobre SUPER NADA:

“A ambiguidade já está no título: “Super Nada”. De um lado, excesso. Do outro, coisa alguma. Não é um acaso, mas sim o incentivo à dúvida. Confundir a real natureza dos personagens e colocar falsos atalhos no caminho que o espectador tem de seguir dentro do filme é possivelmente o traço mais forte dos dois longas de ficção de Rubens Rewald, codirigidos por Rossana Foglia.”

(Heitor Augusto)

Para ler todo o texto, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Tags HTML estão proibidas.